ESAF

Contactos gerais & Localização

Endereço:Agrupamento de Escolas Alcaides de Faria,
Av. João Duarte, 405
4750-175, Barcelos

Nº Contribuinte: 600 085 449
 

Telefones: 253 801 060

Fax: 253 822 833

geral@esaf.edu.pt

 

Breve história da ESAF

A Escola Secundária Alcaides de Faria, em Barcelos, foi fundada em 1957, denominando-se, então, Escola Industrial e Comercial de Barcelos, da qual «herdou» e foi desenvolvendo uma cultura organizacional, de algum modo específica, mas dominante, com características "democráticas", tolerantes e humanitárias.

Isto é resultado, quer da «herança» havida da cultura própria das "escolas industriais e comerciais", marcadamente pouco elitistas e, portanto, abertas e tolerantes, quer do contributo da acção dos seus líderes, muitas vezes não formais - com os seus valores e crenças próprios - e dos seus principais actores organizacionais, numa interacção permanente e uma socialização progressiva a que os novos membros, que passaram a integrar a escola, não ficaram imunes.

É uma escola relativamente ecléctica com uma grande variedade de cursos no ensino secundário que é resultado também das suas origens e das suas capacidades em termos de instalações e equipamentos.

A partir de 1979, na sequência da unificação do ensino secundário, passou a designar-se Escola Secundária de Arcozelo.

Localiza-se, actualmente, na Avenida João Duarte nº 405, com uma densidade populacional elevada e a viver, praticamente sempre, e sobretudo após a Revolução do 25 de Abril, numa situação de sobrelotação.

Norteia-se, como não podia deixar de ser, por valores consentâneos com os que a sociedade portuguesa adopta, nomeadamente na sua lei fundamental - a Constituição - e que a Lei de Bases do Sistema Educativo consagra, subordinando-se, assim, aos seguintes princípios orientadores, nomeadamente, na sua gestão e administração:

  • A democraticidade e participação de todos os intervenientes no processo educativo, de modo adequado às características específicas dos vários níveis de educação e de ensino;
  • O primado de critérios de natureza pedagógica e científica sobre critérios de natureza administrativa;
  • A representatividade dos órgãos de administração e gestão da Escola, garantida pela eleição democrática de representantes da comunidade educativa;
  • A responsabilização do Estado e dos diversos intervenientes no processo educativo;
  • A estabilidade e eficiência da gestão escolar, garantindo a existência de mecanismos de comunicação e informação;
  • A transparência dos actos de administração e gestão;
  • A integração na comunidade local, com uma realidade económica e social concreta, com características e recursos específicos no domínio económico, social e cultural;
  • A equidade, visando a concretização da igualdade de oportunidades;
  • A qualidade da educação e do ensino ministrados;
  • A diversidade e a flexibilidade de soluções susceptíveis de legitimarem opções organizativas diferenciadas em função do grau de desenvolvimento das realidades escolares específicas.
  • Adoptou, a partir de 1992, como patrono para a sua denominação «os Alcaides de Faria» que ficaram conhecidos na História de Portugal por terem protagonizado uma acção de lealdade e heroicidade na defesa do Castelo de Faria, em Barcelos, no século XIV, aquando da 2ª guerra fernandina com Castela.